• Hidratação (como vais ver de seguida é algo mesmo muito importante)
  • Equipamento adequado
    Tenta vestir roupas claras e, de preferência, com materiais respiráveis.
  • Arrefecer após o treino

Após atividade física intensa é importante repor os níveis de carbohidratos e eletrólitos (como o sódio).

  • Cor da urina

Deves procurar ter sempre uma cor transparente a amarelo claro ao longo do dia.

  • Arrefecer após o treino/competição

Em vez de parar completamente após a prática de exercício físico, deves caminhar para pôr o sangue a circular em todo o teu corpo.

PORQUE DEVES MANTER-TE HIDRATADO E QUAIS AS FUNCIONALIDADES DA ÁGUA 

A água é um elemento essencial à vida e participa em variados processos, intervindo em ações metabólicas como:

  • funcionamento do processo digestivo
  • transporte de nutrientes
  • regulação da temperatura corporal
  • eliminação de toxinas
  • contração muscular

E ainda contribui para:

  • bom funcionamento a nível cerebral
  • estado de humor
  • maximização da capacidade de memória/concentração
  • prevenção de patologias ao nível dos rins
  • promoção do desempenho físico

QUANTIDADE DE ÁGUA QUE DEVES INGERIR 

1,5L a 1,9L – segundo o Instituto de Hidratação e Saúde, para mulheres e homens saudáveis, respetivamente.
No entanto, não há um valor exato, até porque isso é algo que depende de vários fatores, como o género, idade e atividade física.

EXEMPLOS DE ALIMENTOS RICOS EM ÁGUA E MINERAIS 

  • Pepino
  • Agrião
  • Tomate
  • Espinafres
  • Ananás
  • Melancia

O consumo de água e minerais vai ajudar-te a combater o temido estado de desidratação.

O QUE ACONTECE AO CORPO QUANDO NÃO ESTAMOS DEVIDAMENTE HIDRATADOS 

Quando nos encontramos desidratados, são enviados alguns sinais de alerta ao nosso corpo que se podem manifestar por:

  • Sede
  • Diminuição da urina excretada – podendo levar à retenção de líquidos
  • Urina mais concentrada
  • Fadiga
  • Fraqueza e irritabilidade
  • Cãibras
  • Tonturas
  • Dores de cabeça
  • Diminuição da libertação de lágrimas
  • Secura das mucosas (boca e língua)
  • Quebra de rendimento físico (atingindo cerca de 1% a 2% do peso corporal, o rendimento pode ficar comprometido)

Tiago Galvão