A Associação de Creches e Pequenos Estabelecimentos de Ensino Particular (ACPEEP) revelou que as escolas só vão receber as crianças cujas mensalidades foram pagas durante o estado de emergência e confinamento social provocados pela covid-19, período durante o qual o incumprimento disparou. 

“Não é uma questão de represália, mas de respeito e igualdade para com quem fez o sacrifício de pagar”, explicou a presidente da ACPEEP, Susana Batista, em declarações à imprensa nacional.