Imagem AutoSport

Lesões “graves na cabeça, pescoço e coluna” terão sido a causa da morte no domingo do piloto Paulo Gonçalves, na sequência de uma queda na sétima etapa do Rali Dakar. A fonte da equipa Hero, pela qual Paulo Gonçalves alinhava, explicou que estão a ser “tratados todos os trâmites burocráticos necessários” para a libertação do corpo aconteça ao longo desta terça feira. Paulo Gonçalves morreu aos 40 anos, na sequência de uma queda na sétima de 12 etapas da 42.ª edição do Dakar, naquela que era a sua 13.ª participação.